Sede Campestre
(19) 3491-7118
Sede Social
(19) 3491-1616

Notícias - Campeonatos Internos de futebol - 1.º semestre 2020
31/01/2020
Saiba dos regulamentos

FUTEBOL LIVRE

R E G U L A M E N T O

I – DA FORMA DE DISPUTA –
01 – Participam do campeonato interno de futebol livre do Capivari Clube, 1.º semestre de 2020, associados nascidos até janeiro de 2005, divididos em 07 equipes assim intituladas: Bar do Jacaré, Esporte Total, Gonçalves Imóveis, Microsal, MM Souza, Mulecagem e Real Diesel.
02 – Na primeira fase da competição as equipes enfrentam-se, em turno e returno.
03 – Na segunda fase, em duas partidas, defrontam-se: 1.º colocado X 4.º colocado e 2.º colocado X 3.º colocado.
04 – Na terceira fase disputam o título da competição, em duas partidas, os vencedores da segunda fase.

II – DOS CRITÉRIOS DE DESEMPATE –
05 – Na primeira fase (classificação) – quando houver empate na classificação, ao término da primeira fase, os critérios para desempate serão os seguintes:
a) pelo maior número de vitórias,
b) pelo saldo de gols,
c) pela pontuação disciplina: cartão amarelo (01 ponto) mais cartão vermelho (03 pontos),
d) pelo confronto direto (duas equipes),
e) pelo maior número de gols marcados,
f) pelo sorteio.
06 – Na segunda fase (semifinal) – quando houver empate na classificação, ao término da segunda fase, os critérios para desempate serão os seguintes:
A) quando os dois jogos terminarem empatados:
a) pela melhor classificação na primeira fase.
B) quando os dois jogos terminarem com uma vitória para cada equipe:
a) prorrogação de 10 X 10 minutos,
b) pela melhor classificação na primeira fase.
07 – Na terceira fase (final) – quando houver empate na classificação, ao término da terceira fase, os critérios para desempate serão os seguintes:
a) prorrogação de 10 X 10 minutos;
b) por cobrança de uma série de 03 penalidades máximas, para cada equipe, feitas de forma alternada, com 03 jogadores de cada lado, dentre os quais terminaram a partida;
c) por cobrança de uma série de 01 penalidade máxima, para cada equipe, até ser conhecido o vencedor, com jogadores que não participaram da primeira série e, se necessário, repetição de jogadores, dentre os quais terminaram a partida.

III – DOS JOGOS –
08 – As partidas terão a duração de 02 períodos de 30 minutos cada um, com intervalo de 10 minutos entre eles.
09 – Haverá tolerância de 15 minutos para o início, somente, da primeira partida em cada campo.
10 – O número de jogadores, no campo de jogo, será de 09 por equipe, não podendo a mesma iniciar a partida com menos de 07 elementos.
11 – É obrigatória a participação, em cada partida, de todo jogador que estiver uniformizado.
12 – Quando houver coincidência nos uniformes, a equipe que estiver à esquerda na tabela de jogos deverá trocá-lo.
13 – O número de substituições é ilimitado, podendo o jogador substituído voltar a participar da partida.
§ único – Uma substituição deverá ser feita durante a paralisação da partida, efetuada pelo representante, estando o jogador a ser incluído na zona demarcada para essa finalidade.
14 – Cada equipe poderá contar com 01 dirigente no banco de reservas, previamente identificado.
15 – O jogador inscrito como goleiro deverá atuar, somente, na referida posição.
16 – A distância entre o jogador e a bola, nos tiros livres, é de 07 metros.
17 – O jogador que não assinar a súmula de jogo, antes do início do 2.º tempo, não poderá participar do mesmo.

IV – DAS DISPOSIÇÕES GERAIS –
18 – Será obrigatório, para os jogos, o uso de tênis e proibido o uso de chuteiras.
19 – O associado que faltar por três vezes, de forma consecutiva ou alternada, perderá o direito de participação, ficando a sua inclusão, numa partida, a critério do capitão da equipe.
20 – Quando uma partida não puder ser realizada, por más condições do campo de jogo, esta terá nova data e horário marcado pelos organizadores da competição.
§ único – Nenhuma rodada poderá ser realizada sem que a anterior seja completada.
21 – Se uma partida for interrompida, antes de terem sido completados 3/4 da mesma (45 minutos), por más condições do campo de jogo, esta será realizada novamente. Se forem completados os ¾ será considerada encerrada.
§ único – Se outra partida for realizada as ocorrências (cartões amarelos e vermelhos) serão mantidas.
22 – Os jogos de uma rodada poderão ser alterados, somente, por determinação da organização da competição.
23 – Quando uma equipe, eventualmente, para uma partida, ficar privada de seu goleiro poderá incluir um para a posição, com idade mínima de 15 anos (nascido até janeiro de 2005), por livre iniciativa. Isto poderá ocorrer, no máximo, em três oportunidades, sendo que o mesmo poderá participar em, apenas, um jogo de cada rodada
§ 1.º – O substituto não poderá atuar por duas vezes, seguidas, pela mesma equipe.
§ 2.º – Caso o substituto seja punido com cartão amarelo ou vermelho estes serão anotados para o substituído, sendo que, no caso de cartão vermelho, deverá cumprir a pena de uma partida.
§ 3.º – Se, porventura, o substituto estiver participando de outro campeonato e a punição determinada seja maior do que um jogo de suspensão, o mesmo deverá cumpri-la na competição na qual foi inscrito.
§ 4.º – Se o substituto não estiver participando de outro campeonato e, a punição determinada seja maior do que um jogo de suspensão, o mesmo estará impedido de participar nos que estão sendo realizados no primeiro semestre e, cumprir a pena num próximo campeonato que se inscrever.
24 – Caso uma equipe queira substituir o seu goleiro efetivo, em definitivo, a partir da sua terceira falta ou por motivo justificado, poderá fazê-lo até o último jogo da competição, devendo o substituto atuar, somente, na referida posição e possuir idade mínima de 15 anos (nascido até janeiro de 2005).
25 – Caso uma equipe necessite substituir um jogador de “linha”, por motivo justificado, antes do início da competição, poderá fazê-lo, com a aprovação da comissão organizadora.
26 – O jogador “de linha”, que encerrar a sua participação na competição, não poderá voltar a atuar por outra equipe, no mesmo ou em outro campeonato.
§ único – O goleiro, que finalizar sua participação na competição, não poderá atuar no campeonato de seniores e, também, no campeonato de veteranos, se não tiver a idade mínima exigida (nascido até janeiro de 2002).
27 – Quando houver coincidência nos uniformes, a equipe que estiver à esquerda na tabela de jogos deverá trocá-lo.
28 – A equipe eliminada na primeira fase da competição terá, em todos os seus jogos, após a eliminação, o resultado de 1 X 0 a favor do oponente.
29 – A pontuação a ser obedecida durante os jogos será a seguinte: 03 pontos por vitória, 01 ponto por empate e 03 pontos negativos por abandono de campo, por ausência ou por ficar reduzida a número inferior ao mínimo de jogadores.

V – DAS PUNIÇÕES E PENALIDADES –
30 – Quando uma equipe deixar de comparecer à disputa o resultado da partida será de 1 X 0, a favor da equipe adversária. Na reincidência estará eliminada da competição.
31 – Quando uma equipe abandonar a disputa o resultado será favorável ao oponente em 1 X 0, sendo que permanecerão os cartões e os gols assinalados para efeito de classificação e artilharia. Na reincidência estará eliminada da competição.
32 – Quando uma partida for encerrada, pelo fato de uma das equipes ficar reduzida a menos de 06 elementos, o resultado será favorável ao oponente em 1 X 0, permanecendo os cartões e os gols assinalados para efeito de classificação e artilharia. Na reincidência estará eliminada da competição.
§ único – Se uma partida for encerrada pelo fato das duas equipes ficarem reduzidas a menos de 06 elementos, as mesmas serão consideradas derrotadas.
33 – A combinação dos artigos 30 e 31; 30 e 32 e 31 e 32 eliminam, também, a equipe da competição.
34 – Quando uma equipe for eliminada da competição, por infração aos artigos acima mencionados, o seu patrocinador ficará impedido de vincular o seu nome nos próximos quatro campeonatos da categoria.
35 – Se um jogador uniformizado não for incluído, ou cerceado do direito de participação, de pelo menos 15 minutos, em cada partida, a sua equipe será punida, na primeira fase, com a perda de 03 pontos; nas fases subsequentes, com a perda dos pontos conquistados na disputa.
36 – A equipe que não se apresentar devidamente uniformizada (calções, meias compridas e camisetas numeradas), para os seus jogos, perderá os pontos conquistados na disputa, sendo que os goleiros deverão portar trajes diferentes dos demais, para melhor identificação.
§ único – Caneleiras, colans, sungas, tornozeleiras, etc., são considerados acessórios e, portanto, não fazem parte do uniforme.
37 – A equipe que, porventura, inclua, numa partida, jogador de forma irregular, será considerada como derrotada, independente do resultado, e os pontos, da mesma, destinados à equipe adversária.
38 – A equipe, que deixar de comparecer, abandonar ou ficar reduzida a número inferior ao mínimo de jogadores, em uma das partidas da 2.ª e 3.ª fases, será considerada eliminada da competição.
39 – O jogador ou dirigente, advertido em 03 oportunidades com cartão amarelo estará, automaticamente, suspenso na próxima partida a ser realizada por sua equipe.
40 – O jogador ou dirigente, advertido com cartão vermelho estará, automaticamente, suspenso na próxima partida de sua equipe; na reincidência será suspenso por duas partidas. Será eliminado da competição em sua 3.ª expulsão, devendo cumprir suspensão, mínima, de três partidas, numa próxima competição.
41 – O jogador ou dirigente advertido com cartão vermelho, ou citado em súmula, estará sujeito as seguintes punições:
I) Suspensão de uma partida de campeonato e torneio –
a) por colocar a mão na bola;
b) por chutar a bola, propositadamente, para fora;
c) por segurar jogador adversário;
d) por retardar o andamento do jogo;
e) por ofender jogador adversário ou companheiro;
f) por discutir com jogador adversário ou companheiro;
g) por abandonar o campo de jogo sem autorização;
h) por atingir, duramente, jogador adversário, durante a disputa de bola;
i) por dirigir reclamações desnecessárias ao árbitro ou representante da partida;
II) Suspensão de duas a seis partidas de campeonato –
j) por atingir, de forma desleal, jogador adversário ou companheiro (cabeçada, chute, cuspida, empurrão, joelhada, murro, peitada, puxão, tapa, etc.), durante a disputa de bola;
k) por investir contra a arbitragem, representante da partida, jogador adversário ou companheiro, de forma acintosa (ameaçar, cuspir, empurrar, ofender, peitar, puxar, reclamar, etc.).
III) Eliminação e suspensão a ser determinada –
l) por atingir, fisicamente (dar cabeçada, chute, empurrão, joelhada, murro, tapa, etc.), a arbitragem, o representante da partida, jogador adversário ou companheiro (briga).
§ único – O associado eliminado estará, automaticamente, desligado das competições e de todas as atividades esportivas do Capivari Clube, não poderá ser substituído, exceto o goleiro, ficando a equipe privada de contar com a sua participação por um jogo.
42 – A critério da Comissão Organizadora qualquer ocorrência registrada, em súmula de jogo, poderá ser encaminhada para a diretoria executiva.
43 – Todo associado, suspenso por expulsão, que tenha terminado sua participação na competição, deverá cumprir a pena imposta num próximo campeonato.
§ único – Se o associado inscrever-se, somente, em categoria diferente da qual foi suspenso, deverá cumprir a pena determinada.
44 – Os jogadores da equipe eliminada da competição, por ausência, que provocaram tal fato, deverão cumprir suspensão numa próxima competição: de 02 jogos, se faltarem em 01 e de 04, se faltarem em 02, independente da categoria em que se inscreverem.
45 – O jogador que tiver freqüência inferior a 75% estará impedido de inscrever-se numa próxima competição, em qualquer categoria.

VI – DAS DISPOSIÇÕES FINAIS –
46 – Havendo inscrição de novo patrocinador, para o próximo semestre, este poderá ser incluído se o número de participantes exceder ao da presente competição.
§ único – Se houver mais de um inscrito, as vagas poderão ser destinadas, aos pretendentes, a critério da diretoria de esportes.
47 – Um jogador terá direito, durante a competição, a duas faltas, que serão consideradas como justificadas e não influenciarão em sua freqüência.
48 – O jogador com suspensão, aplicada pela diretoria executiva, não poderá inscrever-se em nenhuma competição, até que a sua pena seja cumprida.
49 – O jogador, penalizado por este regulamento, que recorrer a qualquer órgão que não seja do Capivari Clube estará, automaticamente, eliminado da competição.
50 – As representações referentes aos jogos, devidamente fundamentadas, firmadas pelas partes que se julgarem diretamente prejudicadas pela infração cometida, deverão ser feitas até 72 horas após o término dos mesmos, devendo ser encaminhadas à organização.
51 – Os cartões amarelos serão zerados, para a 2.ª fase da competição.
52 – Os jogos da última rodada da primeira fase, como os das demais fases, terão as suas datas, horários e campos determinados pelos organizadores da competição.
53 – O Capivari Clube não se responsabilizará por acidentes ou danos que possam ocorrer com os participantes da competição.
54 – Haverá premiação, no encerramento das disputas, para as equipes campeã e vice-campeã, para o artilheiro, para as equipes mais disciplinada e menos vazada (divisão do número de gols sofridos pelo número de jogos feitos, excluídos aqueles em que houver WO) que não tenham sido penalizadas pelos itens 30, 31 e 32 deste regulamento.
55 – Todo jogador participante autoriza o Capivari Clube o direito de usar a sua imagem em vídeos, folhetos, revistas, jornais e sites, pelo tempo em que achar necessário.
56 – Os casos omissos, neste regulamento, serão analisados e julgados pela comissão organizadora do presente campeonato.

Capivari, 31 de janeiro de 2.020.
Comissão Organizadora


FUTEBOL SENIORES

R E G U L A M E N T O

I – DA FORMA DE DISPUTA –
01 – Participam do campeonato interno de futebol seniores do Capivari Clube, 1.º semestre de 2020, associados nascidos até janeiro de 1969 (goleiros nascidos até janeiro de 1980), divididos em 10 equipes, assim intituladas: All Tape, Auto Peças Beira Rio/Tietê, Esporte Total, Gana Baby, Gonçalves Imóveis, Kinzão, Loja Rony, P.L.J., Terraplenagem Luperes e Vulcano.
02 – Na primeira fase da competição as equipes se enfrentam em turno único.
03 – Na segunda fase defrontam-se, em duas partidas: 01 – 1.º colocado X 8.º colocado, 02 – 2.º colocado X 7.º colocado, 03 – 3.º colocado X 6.º colocado e 04 – 4.º colocado X 5.º colocado.
04 – Na terceira fase as equipes jogam, em duas partidas, desta forma: vencedor jogo 01 X vencedor jogo 04 e vencedor jogo 02 X vencedor jogo 03.
05 – Na quarta fase disputam o título da competição, em duas partidas, os vencedores da fase anterior.

II – DOS CRITÉRIOS DE DESEMPATE –
06 – Na primeira fase –
A) quando houver empate numa partida da primeira fase, o critério para desempate será o seguinte:
a) por cobrança de uma série de 03 penalidades máximas, para cada equipe, feitas de forma alternada, com 03 jogadores de cada lado, dentre os quais terminaram a partida;
b) cobrança de uma série de 01 penalidade máxima, para cada equipe, até ser conhecido o vencedor, com jogadores que não participaram da primeira série e, se necessário, repetição de jogadores, dentre os quais terminaram a partida.
B) quando houver empate na classificação, em número de pontos, ao término da primeira fase, os critérios para desempate serão os seguintes:
a) pelo maior número de vitórias,
b) pelo saldo de gols,
c) pela pontuação disciplina: cartão amarelo (01 ponto) mais cartão vermelho (03 pontos),
d) pelo confronto direto (duas equipes),
e) pelo maior número de gols marcados,
f) pelo sorteio.
07 – Na segunda fase (quartas de final) e terceira fase (semifinal) – quando houver empate na classificação, em número de pontos, ao término da segunda e da terceira fases, os critérios para desempate serão os seguintes:
A) quando os dois jogos terminarem empatados:
a) pela melhor classificação na primeira fase.
B) quando os dois jogos terminarem com uma vitória para cada equipe:
a) prorrogação, com tempo de 10 X 10 minutos,
b) pela melhor classificação na primeira fase.
08 – Na quarta fase (final) – quando houver empate na classificação, ao término da quarta fase, os critérios para desempate serão os seguintes:
a) prorrogação de 10 X 10 minutos;
b) por cobrança de uma série de 03 penalidades máximas, para cada equipe, feitas de forma alternada, com 03 jogadores de cada lado, dentre os quais terminaram a
partida;
c) por cobrança de uma série de 01 penalidade máxima, para cada equipe, até ser conhecido o vencedor, com jogadores que não participaram da primeira série e, se necessário, repetição de jogadores, dentre os quais terminaram a partida.

III – DOS JOGOS –
09 – As partidas terão a duração de 04 períodos de 15 minutos cada um, com intervalo de 02 minutos entre o primeiro e o segundo períodos (primeiro tempo) e entre o terceiro e o quarto períodos (segundo tempo), de 10 minutos entre o primeiro e o segundo tempo.
10 – Haverá tolerância de 15 minutos para o início, somente, da primeira partida de cada rodada.
11 – O número de jogadores, no campo de jogo, será de 07 por equipe, não podendo a mesma iniciar a partida com menos de 06 elementos.
12 – É obrigatória a participação, em cada partida, de todo jogador que estiver uniformizado.
13 – Quando houver coincidência de uniformes, a equipe que estiver à esquerda na tabela de jogos deverá trocá-lo.
14 – O número de substituições é ilimitado, podendo o jogador substituído voltar a participar da partida.
§ único – Uma substituição deverá ser feita durante a paralisação da partida, efetuada pelo representante, estando o jogador a ser incluído no local determinado para essa finalidade.
15 – Cada equipe poderá contar com 01 dirigente no banco de reservas, previamente identificado.
16 – O jogador inscrito como goleiro deverá atuar, somente, na referida posição.
17 – O tiro de meta será cobrado, exclusivamente, pelo goleiro, com as mãos.
18 – Uma bola de arremesso lateral poderá ser pega, com as mãos, pelo goleiro.
19 – Não há lei da vantagem, a não ser em clara situação de gol.
20 – Os tiros de saída (do meio campo) não poderão ser executados, diretamente, ao gol.
21 – As faltas serão acumulativas sendo que, a partir da sexta falta, em cada tempo de 30 minutos, haverá, contra a equipe infratora, uma cobrança de tiro livre direto (12 metros), com os jogadores colocados atrás da linha da bola.
§ único – Em jogo com prorrogação, o tiro livre direto será após a segunda falta, em cada tempo de 10 minutos.
22 – A distância entre o jogador e a bola, nos tiros livres indiretos, é de 05 metros, não podendo o jogador, da equipe que tenha a posse de bola, posicionar dentro da área da equipe adversária.
23 – O jogador que não assinar a súmula de jogo, antes do início do 3.º período, não poderá participar do mesmo.
24 – O jogador advertido com cartão vermelho será excluído da partida podendo, no entanto, ser substituído por outro de sua equipe, depois de decorridos 10 minutos da sua exclusão ou de sua equipe vier a sofrer um gol, que não seja contra.

IV – DAS DISPOSIÇÕES GERAIS –
25 – Será obrigatório, para os jogos, o uso de tênis e proibido o uso de chuteiras.
26 – O associado que faltar por três vezes, de forma consecutiva ou alternada, perderá o direito de participação, ficando a sua inclusão, numa partida, a critério do capitão da equipe.
27 – Quando uma partida não puder ser realizada, por más condições do campo de jogo ou por falta de iluminação, esta terá nova data e horário marcado pelos organizadores da competição, sendo que serão usados os dias de terça-feira, quarta-feira ou quinta-feira, posteriores, para esta eventualidade.
28 – Se uma partida for interrompida, antes de terem sido completados 3/4 da mesma (45 minutos), por más condições do campo de jogo, esta será realizada novamente, sendo que será usada a terça-feira, quarta-feira ou quinta-feira, posteriores, para esta eventualidade. Se forem completados os ¾ esta será considerada encerrada.
§ único – Se outra partida for realizada as ocorrências (cartões amarelos e vermelhos) serão mantidas.
29 – Se uma partida for interrompida por falta de iluminação artificial, antes de terem sido completados ¾ da mesma (45 minutos), terá seqüência no mesmo ou em outro campo desde que a paralisação não ultrapasse 30 minutos, caso contrário será realizada novamente, sendo que serão usados os dias de terça-feira, quarta-feira ou quinta-feira, posteriores, para esta eventualidade. Se forem completados os ¾ esta será considerada encerrada.
§ único – Se outra partida for realizada as ocorrências (cartões amarelos e vermelhos) serão mantidas.
30 – Os jogos de uma rodada, poderão ter suas datas alteradas, somente, por determinação da organização da competição.
31 – Quando uma equipe, eventualmente, para uma partida, ficar privada de seu goleiro, poderá incluir um substituto, com idade mínima de 40 anos (nascidos até 31/01/80), por livre iniciativa. Isto poderá ocorrer em três oportunidades, até o último jogo da primeira fase, sendo que o substituto poderá atuar, com tal, em apenas um jogo de cada rodada.
§ 1.º – O substituto não poderá atuar por duas vezes, seguidas, pela mesma equipe.
§ 2.º – Caso o substituto seja punido com cartão amarelo ou vermelho estes serão anotados para o substituído, sendo que, no caso de cartão vermelho deverá cumprir a pena de uma partida.
§ 3.º – Se, porventura, o substituto estiver participando de outro campeonato e a punição determinada seja maior do que um jogo, o mesmo cumprirá, o restante da pena, na competição na qual foi inscrito.
§ 4.º – Se não estiver participando de outro campeonato e, a punição determinada seja maior do que um jogo de suspensão, o mesmo estará impedido de participar nos que estão sendo realizados no primeiro semestre e, cumprir a pena num próximo campeonato que se inscrever.
32 – Caso uma equipe queira substituir o seu goleiro, em definitivo, a partir da sua terceira falta ou por motivo justificado, poderá fazê-lo, até o último jogo da competição, devendo o substituto ter idade mínima de 40 anos (nascidos até 31/01/80), atuar, somente, na referida posição, e não ter participado de outro campeonato deste semestre.
33 – Caso uma equipe necessite substituir um jogador de “linha”, por motivo justificado, antes do início da competição, poderá fazê-lo, com a aprovação da comissão organizadora.
§ único – No decorrer da competição tal alteração não será permitida.
34 – O jogador “de linha”, que encerrar a sua participação na competição, não poderá voltar a atuar por outra equipe, no mesmo ou em outro campeonato.
§ único – O goleiro, que finalizar sua participação na competição, não poderá voltar a atuar por outra equipe, podendo atuar em outro campeonato.
35 – A equipe eliminada na primeira fase da competição terá, em todos os seus jogos, após a eliminação, o resultado de 1 X 0 a favor do oponente.
36 – A pontuação a ser obedecida durante os jogos será a seguinte: 04 pontos por vitória, 02 pontos por vitória nos penais, 01 ponto por empate e 04 pontos negativos por abandono de campo, por ausência, por ficar reduzida a número inferior ao mínimo de jogadores e por incluir jogador de forma irregular.

V – DAS PUNIÇÕES E PENALIDADES –
37 – Quando uma equipe deixar de comparecer à disputa o resultado da partida será de 1 X 0, a favor da equipe adversária. Na reincidência estará eliminada da competição.
38 – Quando uma equipe abandonar a disputa o resultado será favorável ao oponente em 1 X 0, sendo que permanecerão os cartões e os gols assinalados para efeito de classificação e artilharia. Na reincidência estará eliminada da competição.
39 – Quando uma partida for encerrada, pelo fato de uma das equipes ficar reduzida a menos de 05 elementos, o resultado será favorável ao oponente em 1 X 0, permanecendo os cartões e os gols assinalados para efeito de classificação e artilharia. Na reincidência estará eliminada da competição.
§ único – Se uma partida for encerrada pelo fato das duas equipes ficarem reduzidas a menos de 05 elementos, as mesmas serão consideradas derrotadas.
40 – A combinação dos artigos 37 e 38; 37 e 39 e 38 e 39 eliminam, também, a equipe da competição.
41 – Se um jogador uniformizado não for incluído, ou cerceado do direito de participação, de pelo menos 15 minutos, em cada partida, a sua equipe será punida, na primeira fase, com a perda de 03 pontos; nas fases subseqüentes, com a perda dos pontos conquistados na disputa.
42 – A equipe que não se apresentar devidamente uniformizada (calções, meias compridas e camisetas numeradas),
para os seus jogos, perderá os pontos conquistados na disputa, sendo que os goleiros deverão portar trajes diferentes dos demais, para melhor identificação.
§ único – Caneleiras, colans, sungas, tornozeleiras, etc., são considerados acessórios e, portanto, não fazem parte do uniforme.
43 – A equipe que, porventura, inclua, numa partida, jogador de forma irregular, será considerada como derrotada, independente do resultado, e os pontos, da mesma, destinados à equipe adversária.
44 – A equipe, que deixar de comparecer a uma das partidas da 2.ª, 3.º ou 4.ª fases, será considerada eliminada da competição.
45 – O jogador ou dirigente, advertido em 03 oportunidades com cartão amarelo estará, automaticamente, suspenso na próxima partida a ser realizada por sua equipe.
46 – O jogador advertido com cartão vermelho será excluído da partida podendo, no entanto, ser substituído por outro de sua equipe, depois de decorridos 10 minutos da sua exclusão ou de sua equipe vier a sofrer um gol, que não seja contra. Estará suspenso, automaticamente, na próxima partida de sua equipe; na reincidência será suspenso por duas partidas. Será eliminado da competição em sua 3.ª expulsão, devendo cumprir suspensão, mínima, de três partidas, numa próxima competição.
47 – O jogador ou dirigente advertido com cartão vermelho, ou citado em súmula, estará sujeito as seguintes punições:
I) Suspensão de uma partida de campeonato e torneio –
a) por colocar a mão na bola;
b) por chutar a bola, propositadamente, para fora;
c) por segurar jogador adversário;
d) por retardar o andamento do jogo;
e) por ofender jogador adversário ou companheiro;
f) por discutir com jogador adversário ou companheiro;
g) por abandonar o campo de jogo sem autorização;
h) por atingir, duramente, jogador adversário, durante a disputa de bola;
i) por dirigir reclamações desnecessárias ao árbitro ou representante da partida;
II) Suspensão de duas a seis partidas de campeonato –
j) por atingir, de forma desleal, jogador adversário ou companheiro (cabeçada, chute, cuspida, empurrão, joelhada, murro, peitada, puxão, tapa, etc.);
k) por investir contra a arbitragem, representante da partida, jogador adversário ou companheiro, de forma acintosa (ameaçar, cuspir, empurrar, ofender, peitar, puxar, reclamar, etc.).
III) Eliminação e suspensão a ser determinada –
l) por atingir, fisicamente (dar cabeçada, chute, empurrão, joelhada, murro, tapa, etc.), a arbitragem, o representante da partida, jogador adversário ou companheiro (briga).
§ único – O associado eliminado estará, automaticamente, desligado das competições e de todas as atividades esportivas do Capivari Clube, não podendo ser substituído, exceto o goleiro, ficando a equipe privada de contar com a sua participação por um jogo.
48 – A critério da Comissão Organizadora qualquer ocorrência registrada, em súmula de jogo, poderá ser encaminhada para a diretoria executiva.
49– Todo associado, suspenso por expulsão, que tenha terminado sua participação na competição, deverá cumprir a pena imposta num próximo campeonato.
§ único – Se o associado inscrever-se em categoria diferente da qual foi suspenso, deverá cumprir a pena determinada.
50 – Os jogadores da equipe eliminada da competição, por ausência, que provocaram tal fato, deverão cumprir suspensão numa próxima competição: de 02 jogos, se faltarem em 01 e de 04 jogos, se faltarem em 02.
§ único – Se o jogador inscrever-se em categoria diferente da qual foi suspenso, deverá cumprir a pena determinada.
51 – O jogador que tiver freqüência inferior a 75% estará impedido de inscrever-se numa próxima competição, em qualquer categoria.

VI – DAS DISPOSIÇÕES FINAIS –
52 – Um jogador terá direito, durante a competição, a duas faltas, que serão consideradas como justificadas e não influenciarão em sua freqüência.
53 – O jogador com suspensão, aplicada pela diretoria executiva, não poderá inscrever-se em nenhuma competição, até que a sua pena seja cumprida.
54 – O jogador, penalizado por este regulamento, que recorrer a qualquer órgão que não seja do Capivari Clube estará, automaticamente, eliminado da competição.
55 – As representações referentes aos jogos, devidamente fundamentadas, firmadas pelas partes que se julgarem diretamente prejudicadas, pela infração cometida, deverão ser feitas até 72 horas após o término dos mesmos, devendo ser encaminhadas à organização.
56 – Os cartões amarelos serão zerados para a 3.ª fase da competição.
57 – Os jogos da última rodada da primeira fase, como os das demais fases, terão as suas datas, horários e campos determinados pelos organizadores da competição.
58 – O Capivari Clube não se responsabiliza por acidentes ou danos que possam ocorrer com os participantes da competição, independente da categoria.
59 – Haverá premiação, no encerramento das disputas, para as equipes campeã e vice-campeã, para o artilheiro, para as equipes mais disciplinada e menos vazada (divisão do número de gols sofridos pelo número de jogos feitos, excluídos aqueles em que houver WO) que não tenham sido penalizadas pelos itens 37, 38 e 39 deste regulamento.
60 – Todo jogador participante autoriza o Capivari Clube o direito de usar a sua imagem em vídeos, folhetos, revistas, jornais e sites, pelo tempo em que achar necessário.
61 – Os casos omissos, neste regulamento, serão analisados e julgados pela comissão organizadora do presente campeonato.

Capivari, 31 de janeiro de 2.020
Comissão Organizadora


FUTEBOL VETERANOS

R E G U L A M E N T O

I – DA FORMA DE DISPUTA –
01 – Participam do campeonato interno de futebol veteranos do Capivari Clube, 1.º semestre de 2020, associados nascidos até janeiro de 1984 (goleiros nascidos até janeiro de 2000), divididos em 06 equipes assim intituladas: A.F.B. Automação/Santa Rita, Auto Escola Bresciani, Esporte Total, Microsal, Pesqueiro Carimã e Vidros Caxias/Santa Rita.
02 – Na primeira fase da competição as equipes enfrentam-se em dois turnos.
03 – Na segunda fase, em duas partidas, defrontam-se desta forma: 1.º colocado X 4.º colocado e 2.º colocado X 3.º colocado.
04 – Na terceira fase disputam o título da competição, em duas partidas, os vencedores da segunda fase.

II – DOS CRITÉRIOS DE DESEMPATE –
05 – Na primeira fase (classificação) – quando houver empate na classificação, ao término da primeira fase, os critérios para desempate serão os seguintes:
a) pelo maior número de vitórias,
b) pelo saldo de gols,
c) pela pontuação disciplina: cartão amarelo (01 ponto) mais cartão vermelho (03 pontos),
d) pelo confronto direto (duas equipes),
e) pelo maior número de gols marcados,
f) pelo sorteio.
06 – Na segunda fase (semifinal) – quando houver empate na classificação, ao término da segunda fase, os critérios para desempate serão os seguintes:
A) quando os dois jogos terminarem empatados:
a) pela melhor classificação na primeira fase.
B) quando os dois jogos terminarem com uma vitória para cada equipe:
a) prorrogação de 10 X 10 minutos,
b) pela melhor classificação na primeira fase.
07 – Na terceira fase (final) – quando houver empate na classificação, ao término da terceira fase, os critérios para desempate serão os seguintes:
a) prorrogação de 10 X 10 minutos;
b) por cobrança de uma série de 05 penalidades máximas, para cada equipe, feitas de forma alternada, com 03 jogadores de cada lado, dentre os quais terminaram a partida;
c) por cobrança de uma série de 01 penalidade máxima, para cada equipe, até ser conhecido o vencedor, com jogadores que não participaram da primeira série e, se necessário, repetição de jogadores, dentre os quais terminaram a partida.

III – DOS JOGOS –
08 – As partidas terão a duração de 04 períodos de 15 minutos cada um, com intervalo de 02 minutos entre o primeiro e o segundo períodos (primeiro tempo) e entre o terceiro e o quarto períodos (segundo tempo), de 10 minutos entre o primeiro e o segundo tempo.
09 – Haverá tolerância de 15 minutos para o início de cada partida.
10 – O número de jogadores, no campo de jogo, será de 09 por equipe, não podendo a mesma iniciar a partida com menos de 07 elementos.
11 – É obrigatória a participação, em cada partida, de todo jogador que estiver uniformizado.
12 – Quando houver coincidência nos uniformes, a equipe que estiver à esquerda na tabela de jogos deverá trocá-lo.
13 – O número de substituições é ilimitado, podendo o jogador substituído voltar a participar da partida.
§ único – Uma substituição deverá ser feita durante a paralisação da partida, efetuada pelo representante, estando o jogador a ser incluído no local determinado para essa finalidade.
14 – Cada equipe poderá contar com 01 dirigente no banco de reservas, previamente identificado.
15 – O jogador inscrito como goleiro, deverá atuar, somente, na referida posição.
16 – A distância entre o jogador e a bola, nos tiros livres, é de 07 metros.
17 – O jogador que não assinar a súmula de jogo, antes do início do 3.º período, não poderá participar do mesmo.

IV – DAS DISPOSIÇÕES GERAIS –
18 – Será obrigatório, para os jogos, o uso de tênis e proibido o uso de chuteiras.
19 – O associado que faltar por três vezes, de forma consecutiva ou alternada, perderá o direito de participação, ficando a sua inclusão, numa partida, a critério do capitão da equipe.
20 – Quando uma partida não puder ser realizada, por más condições do campo de jogo, esta terá nova data e horário marcado pelos organizadores da competição, sendo utilizadas as noites de terça-feira, quarta-feira ou quinta-feira, posteriores, para esta eventualidade.
21 – Se uma partida for interrompida, antes de terem sido completados 3/4 da mesma (45 minutos), por más condições do campo de jogo, esta será realizada novamente, sendo que será usada a terça-feira, quarta-feira ou quinta-feira, posteriores, para esta eventualidade. Se forem completados os ¾ esta será considerada encerrada.
§ único – Se outra partida for realizada as ocorrências (cartões amarelos e vermelhos) serão mantidas.
22 – Os jogos de uma rodada poderão ser alterados, somente, por determinação da organização da competição.
23 – Quando uma equipe, eventualmente, para uma partida, ficar privada de seu goleiro, poderá incluir um substituto, com idade mínima de 18 anos (nascido até janeiro de 2002), por livre iniciativa. Isto poderá ocorrer em quatro oportunidades, sendo que o substituto poderá atuar, como tal, em apenas um jogo de cada rodada.
§ 1.º – O substituto não poderá atuar por duas vezes, seguidas, pela mesma equipe.
§ 2.º – Caso o substituto seja punido com cartão amarelo ou vermelho estes serão anotados para o substituído, sendo que, no caso de cartão vermelho deverá cumprir a pena de uma partida.
§ 3.º – Se, porventura, o substituto estiver participando de outro campeonato e a punição determinada seja maior do que um jogo de suspensão, o mesmo deverá cumpri-la na competição na qual foi inscrito.
§ 4.º – Se o substituto não estiver participando de outro campeonato e, a punição determinada seja maior do que um jogo de suspensão, o mesmo estará impedido de participar nos que estão sendo realizados no primeiro semestre e, cumprir a pena num próximo campeonato que se inscrever.
24 – Caso uma equipe queira substituir o seu goleiro, em definitivo, a partir da sua terceira falta ou por motivo justificado, poderá fazê-lo até o último jogo da competição, devendo o substituto atuar, somente, na referida posição e possuir idade mínima de 18 anos (nascido até janeiro de 2002).
25 – Caso uma equipe necessite substituir um jogador de “linha”, por motivo justificado, antes do início da competição, poderá fazê-lo, com a aprovação da comissão organizadora.
§ único – No decorrer da competição tal alteração não será permitida.
26 – O jogador “de linha”, que encerrar a sua participação na competição, não poderá voltar a atuar por outra equipe, no mesmo ou em outro campeonato.
§ único – O goleiro, que finalizar sua participação na competição, não poderá atuar no campeonato de seniores.
27 – Quando houver coincidência nos uniformes, a equipe que estiver à esquerda na tabela de jogos deverá trocá-lo.
28 – A equipe eliminada na primeira fase da competição terá, em todos os seus jogos, após a eliminação, o resultado de 1 X 0 a favor do oponente.
29 – A pontuação a ser obedecida durante os jogos será a seguinte: 03 pontos por vitória, 01 ponto por empate e 03 pontos negativos por ausência, por abandono de campo, por ficar reduzida a número inferior ao mínimo de jogadores e por incluir jogador de forma irregular.

V – DAS PUNIÇÕES E PENALIDADES –
30 – Quando uma equipe deixar de comparecer à disputa o resultado da partida será de 1 X 0, a favor da equipe adversária. Na reincidência estará eliminada da competição.
31 – Quando uma equipe abandonar a disputa o resultado será favorável ao oponente em 1 X 0, sendo que permanecerão os cartões e os gols assinalados para efeito de classificação e artilharia. Na reincidência estará eliminada da competição.
32 – Quando uma partida for encerrada, pelo fato de uma das equipes ficar reduzida a menos de 06 elementos, o resultado será favorável ao oponente em 1 X 0, permanecendo os cartões e os gols assinalados para efeito de classificação e artilharia. Na reincidência estará eliminada da competição.
§ único – Se uma partida for encerrada pelo fato das duas equipes ficarem reduzidas a menos de 06 elementos, as mesmas serão consideradas derrotadas.
33 – A combinação dos artigos 30 e 31; 30 e 32 e 31 e 32 eliminam, também, a equipe da competição.
34 – Quando uma equipe for eliminada da competição, por infração aos artigos acima mencionados, o seu patrocinador ficará impedido de vincular o seu nome nos próximos quatro campeonatos da categoria.
35 – Se um jogador uniformizado não for incluído, ou cerceado do direito de participação, de pelo menos 15 minutos, em cada partida, a sua equipe será punida, na primeira fase, com a perda de 03 pontos; nas fases subseqüentes, com a perda dos pontos conquistados na disputa.
36 – A equipe que não se apresentar devidamente uniformizada (calções, meias compridas e camisetas numeradas), para os seus jogos, perderá os pontos conquistados na disputa, sendo que os goleiros deverão portar trajes diferentes dos demais, para melhor identificação
§ único – Caneleiras, colans, sungas, tornozeleiras, etc., são considerados acessórios e, portanto, não fazem parte do uniforme.
37 – A equipe que, porventura, inclua, numa partida, jogador de forma irregular, será considerada como derrotada, independente do resultado, e os pontos, da mesma, destinados à equipe adversária.
38 – A equipe, que deixar de comparecer, abandonar ou ficar reduzida a número inferior ao mínimo de jogadores em uma das partidas da 2.ª ou 3.ª fases, será considerada eliminada da competição.
39 – O jogador ou dirigente, advertido em 03 oportunidades com cartão amarelo estará, automaticamente, suspenso na próxima partida a ser realizada por sua equipe.
40 – O jogador ou dirigente, advertido com cartão vermelho estará, automaticamente, suspenso na próxima partida de sua equipe; na reincidência será suspenso por duas partidas. Será eliminado da competição em
sua 3.ª expulsão, devendo cumprir suspensão, mínima, de três partidas, numa próxima competição.
41 – O jogador ou dirigente advertido com cartão vermelho, ou citado em súmula, estará sujeito as seguintes punições:
I) Suspensão de uma partida de campeonato e torneio –
a) por colocar a mão na bola;
b) por chutar a bola, propositadamente, para fora;
c) por segurar jogador adversário;
d) por retardar o andamento do jogo;
e) por ofender jogador adversário ou companheiro;
f) por discutir com jogador adversário ou companheiro;
g) por abandonar o campo de jogo sem autorização;
h) por atingir, duramente, jogador adversário, durante a disputa de bola;
i) por dirigir reclamações desnecessárias ao árbitro ou representante da partida;
II) Suspensão de duas a seis partidas de campeonato –
j) por atingir, de forma desleal, jogador adversário ou companheiro (cabeçada, chute, cuspida, empurrão, joelhada, murro, peitada, puxão, tapa, etc.);
k) por investir contra a arbitragem, representante da partida, jogador adversário ou companheiro, de forma acintosa (ameaçar, cuspir, empurrar, ofender, peitar, puxar, reclamar, etc.).
III) Eliminação e suspensão a ser determinada –
l) por atingir, fisicamente (dar cabeçada, chute, empurrão, joelhada, murro, tapa, etc.), a arbitragem, o representante da partida, jogador adversário ou companheiro (briga).
§ único – O associado eliminado estará, automaticamente, desligado das competições e de todas as atividades esportivas do Capivari Clube, não poderá ser substituído, exceto o goleiro, ficando a equipe privada de contar com a sua participação por um jogo.
42 – A critério da Comissão Organizadora qualquer ocorrência registrada, em súmula de jogo, poderá ser encaminhada para a diretoria executiva.
43 – Todo associado, suspenso por expulsão, que tenha terminado sua participação na competição, deverá cumprir a pena imposta num próximo campeonato.
§ único – Se o associado inscrever-se em categoria diferente da qual foi suspenso, deverá cumprir a pena determinada.
44 – Os jogadores da equipe eliminada da competição, por ausência, que provocaram tal fato, deverão cumprir suspensão numa próxima competição: de 02 jogos, se faltarem em 01 e de 04, se faltarem em 02, independente da categoria em que se inscreverem.
45 – O jogador que tiver freqüência inferior a 75% estará impedido de participar numa próxima competição, em qualquer categoria.

VI – DAS DISPOSIÇÕES FINAIS –
46 – Havendo inscrição de novo patrocinador, para o próximo semestre, este poderá ser incluído se o número de participantes exceder ao da presente competição.
§ único – Se houver mais de um inscrito, as vagas poderão ser destinadas, aos pretendentes, a critério da diretoria de esportes.
47 – Um jogador terá direito, durante a competição, a duas faltas, que serão consideradas como justificadas e não influenciarão em sua freqüência.
48 – O jogador com suspensão, aplicada pela diretoria executiva, não poderá inscrever-se em nenhuma competição, até que a sua pena seja cumprida.
49 – O jogador, penalizado por este regulamento, que recorrer a qualquer órgão que não seja do Capivari Clube estará, automaticamente, eliminado da competição.
50 – As representações referentes aos jogos, devidamente fundamentadas, firmadas pelas partes que se julgarem diretamente prejudicadas pela infração cometida, deverão ser feitas até 72 horas após o término dos mesmos, devendo ser encaminhadas à organização.
51– Os cartões amarelos serão zerados, para a 2.ª fase da competição.
52 – Os jogos da última rodada da primeira fase, como os das demais fases, terão as suas datas, horários e campos determinados pelos organizadores da competição.
53 – O Capivari Clube não se responsabilizará por acidentes ou danos que possam ocorrer com os participantes da competição.
54 – Haverá premiação, no encerramento das disputas, para as equipes campeã e vice-campeã, para o artilheiro, para as equipes mais disciplinada e menos vazada (divisão do número de gols sofridos pelo número de jogos feitos, excluídos aqueles em que houver WO) que não tenham sido penalizadas pelos itens 30, 31 e 32 deste regulamento.
55 – Todo jogador participante autoriza o Capivari Clube o direito de usar a sua imagem em vídeos, folhetos, revistas, jornais e sites, pelo tempo em que achar necessário.
56 – Os casos omissos, neste regulamento, serão analisados e julgados pela comissão organizadora do presente campeonato.

Capivari, 31 de janeiro de 2.020
Comissão Organizadora
 
  • Contatos
    Sede Campestre
    (19) 3491-7118 - 3491-5172
    Sede Social
    (19) 3491-1616 - 3491-2920 - 3492-1272

    Email
    secretaria@capivariclube.com.br
  • Newsletter
    Assine nossa newsletter e fique
    por dentro recebendo nossas
    notícias em seu e-mail.

      Nome
      E-mail